ANIMAVITA

DMN Default Mode Network ou Rede Neural em Modo Padrão

Post by in Centro da Dor de Brasília
DMN Default Mode Network ou Rede Neural em Modo Padrão AnimaVita Brasília

DMN – Default Mode Network – Rede em Modo Padrão – Rede neural em estado padrão

 

 

Hans Berger, o inventor do eletroencefalograma foi o primeiro a propor a idéia de que o cérebro está constantemente ocupado e que o periodo de repouso é relativo. O raciocínio intuitivo do pesquisador se baseava no fato de que as oscilações elétricas detectadas pelo seu dispositivo não despareciam mesmo quando o indivíduo estava em repouso. Ele relatou suas observações em vários estudos publicados na década de 1920. No entanto suas idéias não foram levadas em consideração até os estudos de ressonãncia funcional sugerirem a possibilidade da existência da DNM. Achava-se que o cérebro permanecia desligado durante o repouso ligando-se somente quando realização de atividades.

 

Recentemente pesquisadores fizeram uma descoberta intrigante que trouxe mais perguntas que respostas. Observaram que algumas regiões do cérebro, de forma consistente, tornam-se menos ativas durante o desempenho de tarefas e mais ativo quando as pessoas estão descansando. Essas regiões cerebrais formam um circuito agora conhecido como DMN – Default Mode Network.

 

A DMN é conhecida como uma rede de regiões do cérebro que são ativadas conjuntamente quando o indivíduo não está focado no mundo exterior. Pensava-se que o cérebro simplesmente “desligava”. Sabe-se, hoje, através de estudos de ressonância funcional que este “repouso” é um processo ativo com participação de estruturas cerebrais específicas.

 

A tradução do termo poderia ser algo como Rede neural em modo padrão para o termo em inglês: “default mode network” É caracterizada por oscilações neuronais a uma taxa inferior a 0,1 Hz. Durante a atividade orientada a resultados, a DMN é destivada e uma outra superestrutura, a rede de tarefas positivas (NPT) é ativada.

 

Acredita-se que o padrão de DNM corresponde à introspecção, tarefas independentes, ou pensamentos internos, enquanto que a NPT corresponde à ação.

O sintema DNM se ativa quando o indivíduo se concentra em tarefas internas, tais como sonhar acordado, imaginar o futuro, pensar em fatos passados, cojecturar acerca de possibilidades, recuper memórias a esmo e aferir as perspectivas próprias e dos outros.

Em humanos a DNM é suspeita da geração pensamentos espontâneos durante os momentos de divagação e acredita-se ser um componente essencial da criatividade.

 

Devido ao fato que o “locis magna”' da DMN são o córtex parietal medial (envolvido com as memórias de acontecimentos pessoais) e do córtex pré-frontal medial (envolvido com a imaginar o que outras pessoas estão pensando e estado emocional), o DMN pode fornecer uma maneira de entender a doença de Alzheimer e alguns transtornos psiquiátricos.


Tem sido proposto que varições da função da DMN pode ser relevante para transtornos mentais, incluindo demências, autismo e esquizofrenia. Redução da atividade DMN tem sido associada ao autismo, hiperatividade com esquizofrenia.

 

Em um cérebro jovem e saudável, atividade da DMN diminui rapidamente quando a pessoa se engaja em uma atividade que exige um enfoque no ambiente externo. As pessoas idosas, pessoas com doença de Alzheimer e esquizofrênicos têm mais dificuldade na entrada e saída do estado de DNM ou que pode ser uma nova avenida de possibilidades de compreensão e tratamento destas afecções.

 

Alguns já apelidaram a DNM como a energia escura do cérebro em alusão metafórica a nova fronteira da astrofísica.

 

 

 

Referências:

 


 Fair DA, Cohen AL, Power JD et al. (2009). "Functional brain networks develop from a 'local to distributed' organization". PLoS Comput Biol 5 (5): e1000381.doi:10.1371/journal.pcbi.1000381. PMID 19412534. PMC 2671306.http://www.ploscompbiol.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pcbi.1000381.

 Buckner RL, Andrews-Hanna JR, Schacter DL (2008). "The brain's default network: anatomy, function, and relevance to disease". Ann N Y Acad Sci 1124: 1–38. doi:10.1196/annals.1440.011. PMID 18400922.

 Raichle ME, Snyder AZ (2007). "A default mode of brain function: a brief history of an evolving idea". Neuroimage 37 (4): 1083–90.doi:10.1016/j.neuroimage.2007.02.041. PMID 17719799.

 Whitfield-Gabrieli S, Thermenos HW, Milanovic S et al. (2009)."Hyperactivity and hyperconnectivity of the default network in schizophrenia and in first-degree relatives of persons with schizophrenia". Proc Natl Acad Sci USA 106 (4): 1279–84.doi:10.1073/pnas.0809141106. PMID 19164577.

 Fair DA, Cohen AL, Dosenbach NU et al. (2008). "The maturing architecture of the brain's default network". Proc Natl Acad Sci USA 105 (10): 4028–32.doi:10.1073/pnas.0800376105. PMID 18322013. PMC 2268790.http://www.pnas.org/content/105/10/4028.full.

Morcom AM, Fletcher PC (2007). "Does the brain have a baseline? Why we should be resisting a rest". Neuroimage 37 (4): 1073–82.doi:10.1016/j.neuroimage.2007.06.019. PMID 17681817.

 The Brain's Dark Energy", Scientific American, March 2010

 

 

 

Leitura Complementar:

 

Healy, Melissa "Brain's default mode network may hold key to better psychiatric diagnoses"Los Angeles Times, August 30, 2010

Read 1135326 times Last modified on Terça, 06 Novembro 2012 15:38
AnimaVita Brasilia

Usuário Geral de todos os profissionais da clínica AnimaVita Brasília.

Website: www.animavita.com.br

Clínica da dor

 
 
   
Você está aqui: Especialidades Plus Fisioterapia Centro da Dor de Brasília DMN Default Mode Network ou Rede Neural em Modo Padrão